Arquivo mensal: fevereiro 2012

Intercâmbio entre pescadores

Pescadores e pescadoras que atuam no sub-médio São Francisco receberam visita do Conselho Pastoral dos Pescadores – CPP para debater sobre a territorialidade pesqueira.

O Conselho Pastoral dos Pescadores/Regional Bahia – CPP/BA realizou, de 12 a 15 de fevereiro, no sub-médio São Francisco, um intercâmbio com 03 colônias de pescadores e sua assembléia de avaliação e planejamento para 2012. A perspectiva é debater e contribuir com as questões de direitos dos pescadores tradicionais e dos seus territórios pesqueiros.

Com o desejo de conhecer mais de perto as dificuldades enfrentadas pelos pescadores e pescadoras do médio São Francisco, o CPP/BA visitou as colônias Z46 e Z70 e a comunidade pesqueira e quilombola Boa Vista do Pichauí. O intercâmbio levou informações sobre direitos que muitos desconheciam, como a questões sobre o seguro defeso e a carteira de pescador e pescadora. Outro ponto importante e bastante debatido foi a questão do território das comunidades pesqueiras.

“Nós não podemos mais pescar naquela ilha, pois agora ela tem dono. Além do mais, estão fazendo mini-barragens nos leitos dos riachos do São Francisco, impedindo que o peixe saia do estuário. Nossa pesca caiu muito.” Denuncia um pescador que prefere não se identificar com medo de represália.

Já na comunidade pesqueira e quilombola da Boa Vista do Pichauí, no município de Muquém do São Francisco, a grande luta, além de todas as problemáticas já enfrentadas pelos pescadores ribeirinho do velho Chico, é a questão da posse do quilombo. Esquecida pelo poder público, é uma comunidade que têm mais alunos que na sede do município, as resoluções pela terra vem se arrastando. Enquanto o território do quilombo vem sendo cercado, reduzido e acuado.

A pescadora e quilombola FMT, 54, diz que a “comunidade quilombola esta totalmente cercada e quem quiser água para beber, tem que passar uma por uma porteira pedindo autorização, onde antes era tudo aberto. Além do mais, muitos aqui nem conseguem sair para vender seus peixes. Vendemos aqui no atravessador, por um preço muito baixo. É triste nossa situação.”

Foi para refletir essas situações, planejar como contribuir com as comunidades daquela região, avaliar as atividades realizadas em 2011 e planejar as ações de 2012, que o CPP/BA realizou na cidade de Bom Jesus da Lapa, entre 13 à 16 de fevereiro, uma assembléia regional, contando com agentes das equipes de base do CPP de Minas, de Juazeiro, da Baia de Todos os Santos, do CPP Nacional e do Movimento Pescadores e Pescadoras Artesanais – MPP.

Emanuel David D´Lúcard

Comunicação CPP Nacional

Anúncios

Hospedagem para o Carnaval

Recanto do Pescador abre suas portas para hospedar turistas durante o carnaval

Com acomodações aconchegantes, seguras e alimentação caseira, o Recanto do Pescador é uma alternativa de baixo custo para quem ainda não têm local para passar o carnaval em Olinda.
Nas vésperas dos festejos de momo, a cidade Patrimônio Histórico da Humanidade já está em festa. As casas, hotéis e pousadas estão praticamente com sua capacidade de estadia esgotada, a procura é grande e os espaços são poucos e caros. É nesta lacuna que o Recanto do Pescador se insere. A casa, que funciona como centro de formação durante todo ano, pela primeira vez abre para hospedagem no carnaval. Estão disponibilizados 40 leitos, com quartos para grupos de até seis pessoas ou acomodações coletivas, contanto ainda com uma sala de vídeo e um refeitório para 40 pessoas.
A 6 km do centro histórico de Olinda e a 10 km do centro de Recife, o Recanto oferece hospedagem incluindo um delicioso café da manhã com pratos regionais, frutas, bolos e queijos, a uma diária de R$100,00 por pessoa. Próximo ao mar e com transporte público passando na porta, o folião e a foliã contam com a comodidade de poder transitar para todos os pólos de animação e descansar mergulhando nas águas da praia de Rio Doce, bairro de Olinda.
O espaço estará aberto a partir do dia 16 de fevereiro. Os foliões poderão chegar para aproveitar as praias, a cidade e as festas de carnaval. A hospedagem encerra no domingo 26 de fevereiro, prorrogando o descanso ou a folia.

Centro de Formação Recanto do Pescador
Av. Gov. Carlos de Lima Cavalcanti, 4688 Rio Doce – Olinda
Fone: (81) 3431-1417 e 3432-0879
Reservas e informações Isabel Cristina e Severino Antônio